No dia 25 de novembro acontece a Black Friday 2016, o evento mais esperado pelo setor varejista especialmente os e-commerces.

Neste ano, a previsão de faturamento é 34% maior em relação a 2015, totalizando cerca de 2 bilhões de reais. O número de pedidos também deve aumentar em 28%, ultrapassando a marca dos 4 milhões. Produtos como televisores, smartphones, eletrodomésticos e notebooks continuam sendo os itens com mais procura durante o evento.

A grande vantagem da Black Friday é a oferta de grandes descontos em diversos nichos, desde móveis, eletrodomésticos, lazer e vestuário, até calçados, acessórios e brinquedos. Para muitos consumidores, a Black Friday é o momento de antecipar as compras de Natal e, para as lojas, é o momento de impulsionar suas vendas.

Inclusive, as projeções de faturamento do evento neste ano superam o esperado para o Natal. Afinal, é na Black Friday que as lojas querem liquidar e vender muito. Mas você sabe como se preparar para grandes vendas nesse dia tão esperado?

Separamos algumas dicas que, se seguidas, serão o diferencial do seu e-commerce na Black Friday 2016. Este nosso guia traz práticas importantes que vão desde a infraestrutura do seu site e das suas campanhas, até maneiras de preparar o operacional para o dia 25. Confira:

Aposte pesado no mobile

O mobile está se tornando o carro chefe da web e está fazendo isso em ritmo acelerado. E você já está cansado de ler que é preciso ter um site responsivo e amigável a dispositivos móveis. Isso continua sendo verdade, mas para faturar mais na Black Friday você terá que ir além.

Atualmente, 19% das vendas da web são feitas via dispositivos móveis (m-commerce). Esse número deve crescer para 26% até 2017. Além disso, cerca de 30% de todos os internautas só podem ser alcançados via mobile, pois não acessam a internet por outro dispositivo.

Por isso, não ofereça apenas um e-commerce que irá adaptar-se bem aos smartphones e tablets. Ofereça soluções exclusivas para mobile, focando sempre na experiência do usuário. E se você ainda não acredita no potencial desse canal, saiba que 35% do tráfego dos principais varejistas brasileiros já é proveniente do mobile:

Além de aproveitar ao máximo a Black Friday, oferecer uma experiência exclusiva para dispositivos móveis vai te deixar ainda mais preparado para um mercado que só vai crescer, afinal, 86% dos internautas já acessam a internet via smartphones. Imagine no nos próximos anos?

Fique atento à velocidade de carregamento do site

Esta é uma dica básica, mas crucial. Especialmente na Black Friday, quando há muitos usuários acessando alguma oferta, ter uma boa velocidade de carregamento vai garantir seu sucesso. Afinal, do que adianta ter as melhores ofertas em seu e-commerce se os clientes têm dificuldades em adquiri-las?

Para se ter uma ideia do impacto da velocidade de carregamento do site em seu faturamento, o custo médio de uma página com carregamento ruim é de R$67 a R$256 por visitante!*

Tenha estratégias Omnichannel

O Omnichannel é uma estratégia que cada vez mais tem mostrado que veio para ficar. Se você na web e em lojas físicas, principalmente, suas chances de faturar mais através do omnichannel são enormes.

Temos um artigo completo dedicado a esta estratégia e como implementá-la, recomendamos a leitura. Mas, para você saber o quanto você pode aproveitar na Black Friday 2016 com o omni-channel, apresentamos alguns números:

  • Consumidores brasileiros alcançados pelo omnichannel gastam até 40% mais;
  • 40% dos consumidores pesquisam produtos na web mas acabam fechando o negócio em lojas físicas. Portanto, atuar nessas duas frentes de maneira integrada garante mais vendas;
  • 45% de todas as vendas de smartphones feitas em lojas físicas foi influenciada pela web (consumidor busca por informações e preços mas prefere comprar na loja física);
  • 25% dos consumidores de roupas e acessórios buscam as peças e preços online e vão até a loja para fechar o negócio.

Por isso, com uma estratégia omnichannel bem sucedida e que ofereça cupons de desconto, ou programas de fidelidade para garantir que o usuário realizará a compra em sua loja, independente do canal, é uma grande oportunidade para a Black.

Sem contar que, ao oferecer essa experiência altamente positiva ao usuário, você vai começar a fidelizar ainda mais clientes.

Invista em várias frentes de marketing

Quando você já tem uma loja estabelecida na internet, é mais fácil vinculá-la à Black Friday. Por isso, é nesse momento que as campanhas de marketing não podem parar.

Por exemplo: expor um cronômetro em contagem regressiva no site, avisando sobre os produtos que entrarão em desconto ou até fornecendo mais informações sobre como conseguir as melhores ofertas e preços imperdíveis ajuda o cliente a se familiarizar e esperar pelo dia, despertando muita ansiedade.

O mesmo vale para o e-mail marketing. Para os clientes fiéis, é vital que você mande e-mails sobre o evento e ainda envie algumas mensagens atraentes com:

  • cupons de desconto;
  • notificação de condições especiais (frete gratuito, por exemplo);
  • a possibilidade de ganhar brindes dependendo do valor gasto, entre outras.

O marketing pode ajudar muito na hora do pré-venda, durante a venda e no pós-venda. Por isso, invista pesadamente nele!

Assegure uma infraestrutura robusta

Do que adianta avisar todo o público-alvo se o seu site não comportar o alto número de acessos durante a Black Friday?

Por isso, é importantíssimo que você analise toda a infraestrutura do site, melhorando a navegação e investindo na experiência do usuário. Confira se tudo estará estável no dia e sempre deixe um profissional capacitado para resolver qualquer problema.

Além disso, certifique-se que a taxa de rejeição do seu site seja baixa! Unindo essa robustez e a boa velocidade de carregamento que abordamos anteriormente, seu site vai estar muito à frente de seus concorrentes.

Cuide do atendimento na Black Friday 2016

Como você estará esperando um número maior de acessos no site, o atendimento deve ser de primeira, com muitos profissionais prontos para atender os clientes e usuários que tiverem com qualquer dúvida sobre pedidos, fretes, produtos e até a realização do pagamento.

Percebeu como sua infraestrutura é um componente principal? Todos os elementos devem se encaixar. Por isso, forneça também outros canais de atendimento, como chat online, para agilizar todo o processo.

Confira o estoque

Durante a Black Friday, é comum que muitos produtos fiquem indisponíveis devido à grande procura. No entanto, conhecendo bem o público-alvo do seu negócio, você será capaz de antecipar os itens mais desejados e conseguir evitar ao máximo a falta de produtos.

Por isso, é recomendado montar um estoque meses antes e reunir uma equipe que será responsável por notificar quando o produto estiver indisponível, para que não haja erro na hora da compra que gere inconveniente aos clientes.

Além disso, ter as informações corretas sobre seu estoque irá impactar também suas campanhas de links patrocinados, evitando gastos com anúncios de produtos esgotados.

Dê atenção especial às suas campanhas

Principalmente nesta época do ano, suas campanhas precisam de atenção especial. Por isso, práticas como o backup de suas campanhas no Editor e a compra de termos + Black Friday com antecedência devem ser levados a sério.

Baixe o Guia Completo para preparar suas campanhas, elaborado pela Raccoon especialmente para a Black Friday 2016!

Venda mais!

Chegou a hora de colocar a mão na massa e começar a aplicar todas essas dicas em seu negócio. Porém, lembre-se também que é importante não prometer o que você não pode cumprir. Isso gerará uma péssima imagem ao seu negócio.

Então, ofereça descontos de verdade e não fictícios, pois isso indica que você não está agregando nenhum valor para o cliente — pelo contrário, vai parecer que está tentando enganá-lo.

E você, curtiu nosso post sobre a Black Friday 2016? Quer receber mais dicas para aproveitar todas as datas especiais para o comércio? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de todos os conteúdos que produzimos!

*Todos os dados apresentados neste artigo foram apresentados no Shop.org 2016, em Dallas, nos EUA.