Você conhece a NRF (National Retail Federation)? Essa é a maior feira do segmento varejista do mundo, com uma longa história de 40 anos. Em Janeiro de 2020, com mais de 40 mil pessoas inscritas, a feira contou com 500 palestrantes e 700 expositores distribuídos  em três andares repletos das maiores novidades do varejo durante os 3 dias de evento, em Nova Iorque. 

Neste ano, a Raccoon levou dois de seus funcionários para a NRF, buscando absorver mais conhecimento ao escutar dos maiores players do mundo suas experiência e visando auxiliar em melhorias para nossos clientes varejistas, sendo esse o maior segmento dentro da empresa. 

Sabendo da importância desse evento, decidi compartilhar com vocês um pouco do que aconteceu na NRF 2020.

Vamos lá?

Palestras

Além das exposições interativas, a NRF também conta com diversas palestras dadas por grandes profissionais que contam suas experiências, apontando os caminhos que deram certo ou errado e quais soluções foram pensadas diante desses obstáculos. Além disso, eles comentaram sobre suas expectativas para 2020.

As palestras foram de grande importância, pois permitiram que todos pudessem absorver ainda mais conhecimento e pudessem discutir os temas e ter insights para suas marcas.

O evento de 2020 contou com a participação de Satya Nadella, CEO da Microsoft, Gwyneth Paltrow, CEO da Goop, Corie Barry, CEO da Best Buy, CEO da Starbucks, Nordstrom, Kohl, entre outros.

Dados, por favor!

Os dados foram o grande destaque da NFR 2020!  

Satya Nadella comandou a abertura do evento com sua palestra sobre as mudanças percebidas por ele para o próximos anos no setor varejista. Nadella deixou muito clara a importância de se coletar dados, dando ênfase na precisão em colhê-los e em como devemos usá-los para entender o comportamento de consumo dos clientes.

O empoderamento dos funcionários foi o ponto de destaque de sua fala, apontando como estratégia para isso a utilização de dados e a autonomia dos colaboradores. É preciso coletar os dados diretamente da loja física, digital e de todos canais em que você realiza vendas. 

Esses tipo de dados fazem com que você e seus funcionários tomem as melhores decisões através da liberdade e autonomia.

Tecnologia amiga

Sabemos que o assunto tecnologia está em alta e todos estão de olho buscando novas formas de automatizar processos, por isso, a NRF 2020 não poderia deixar de fora a nossa amiga tecnologia.

O assunto foi pautado na intensidade de tecnologia das empresas, que consiste na capacidade tecnológica: como você adota essas tecnologias em seu dia a dia? Quais estratégias são utilizadas para que seus consumidores tenham confiança em sua marca?

Essa discussão girou em torno dos três principais pilares: 

  1. Digital Commerce, que consiste na experiência digital que o cliente vai ter com a sua marca.
  2.  Anywhere Commerce, ou também conhecido como omnichannel, consistindo na facilidade do processo de compra online, retirada na loja e como a internet permitiu que esse processo fique mais dinâmico e personalizado.
  3. Empoderamento que focou a discussão em torno dos funcionários: a importância de se empoderar quem trabalha para sua marca, assim deixando-os mais “fortes” através da análise de dados, gerando mais autonomia na tomada de decisões. 

O consumidor em foco

N NRF 2020 contou com mais de 40 mil pessoas inscritas, para falar sobre a importância do consumidor estar em foco.
Fonte: https://www.moveisdevalor.com.br/portal/nrf-2020-mostra-que-a-tendencia-e-se-aproximar-do-cliente

Não foram somente os dados que conseguiram um destaque na NRF 2020, o consumidor também foi posto em foco para as discussões em relação às experiências que podem ser oferecidas a ele.

Na feira tiveram diversos exemplos dessas personalizações, desde a utilização de grandes displays em lojas físicas até ferramentas que entregam uma experiência inteiramente customizada baseada no comportamento do consumidor no ambiente digital da sua marca. 

A mãozinha dos robôs 

Outro ponto importante da NRF 2020 foi pensar em como usar a tecnologia para auxiliar no empoderamento dos colaboradores das empresas. Fonte:https://ecommercemonitor.it/2020/01/nrf-2020-i-nuovi-strumenti-per-il-retail-di-google-cloud/

Para auxiliar na análise dos dados e na melhor experiência do usuário, a utilização da tecnologia foi posta em jogo quando se falou sobre a Machine Learning, inteligência artificial e reconhecimento facial.

Um dos exemplos que acabou ganhando maior destaque na NRF 2020 foi a utilização dessas tecnologias para a facilitação de processos de pagamento, como por exemplo, métodos de pagamento utilizando cartão digital, reconhecimento facial e um outro conjunto de ferramentas, como a câmera. 

O interessante é o fato de que essa ajudinha já é usada pela Amazon, por exemplo, que não precisa de funcionários em sua loja, Amazon Go, para realizar processos de pagamento.

Talvez as duas mãos…

Outro ponto discutido durante os 3 dias evento foi a implementação dessas tecnologias para a análise de comportamento do consumidor dentro de lojas físicas. O que se concluiu foi que já existem esses tipos de estratégias e que elas estão evoluindo cada vez mais se comparadas com o ano passado, principalmente na utilização de câmeras dentro da própria loja, para investigar quanto tempo o consumidor interage com certo produto.

Além da identificação desse consumidor através do reconhecimento facial, dessa forma, aumenta-se a capacidade de cruzamento de dados entre o online e o offline, facilitando, assim, a utilização desses dados para se pensar em uma experiência do usuário ainda mais personalizada.

As Realidade Virtual e Aumentada também foram alvos de discussões, pois já são utilizadas no mercados, visando uma experiência única ao consumidor. A ideia é levar a loja para dentro da casa e a casa para dentro da loja. 

A utilização dessas tecnologias foi um bom exemplo de como elas podem ser usadas em setores de móveis e decorações, com o intuito de dar um argumento visual para o cliente realizar a compra, podendo visualizar como determinado produto ficaria dentro de sua casa ou até mesmo no setor de moda, permitindo que o cliente simule como ficaria vestido com diversos produtos sem precisar ir até um provador e perder horas de seu dia escolhendo uma roupa. 

Resumindo…

O foco principal da NRF foi pensar em como ajudar a empoderar pessoas de modo simples e rápido, e como a tecnologia pode nos ajudar, através da captação de dados de comportamento, tanto no digital quanto no offline (loja física), mostrando que cada vez mais a dinâmica do que é feito no varejo vem mudando rapidamente e é preciso ficar de olho nessas mudanças para não ficar para trás.

Se você quer saber mais sobre estratégias de marketing, coleta de dados e muito mais, leia nosso blog ou entre em contato com nossa equipe!

Não deixe de nos contar, caso você tenha participado da feira. Vamos compartilhar ideias!

Escrito por:

Andre Palis

Especialista de Conteúdo na Raccoon, tetracampeã do prêmio de Melhor Agência de Marketing de Performance do Brasil pela ABComm (2015, 2016, 2017 e 2018) e melhor da América Latina no Google Premier Partner Awards.

Comentários