Dizer que, para os anunciantes, estar presente em diversos canais é importante é chover no molhado. Fazer isso e conhecer o trajeto percorrido pelos usuários é uma obrigação. O problema é que muita gente ainda utiliza uma análise de performance dessas mídias muito obsoleta, atribuindo 100% da conversão à mídia final e considerando cada resultado isoladamente.

Uma das maiores perdas dessa prática é a incapacidade de realizar uma análise sistêmica do processo de conversão, revelando todos os passos e os caminhos percorridos pelo consumidor. Por isso o modelo de atribuição é tão importante: ele é capaz de não apenas elucidar dados mais claros sobre o comportamento de seus consumidores, mas também mostrar a mídia certa para investir, atacar ou mudar a estratégia.

E foi para resolver esse problema, muitas vezes despercebido pelos profissionais de marketing, que nosso especialista em mídias Luiz Fernando Ruocco criou o webinar A importância do modelo de atribuição na definição de metas. Nele, você vai entender e aprender conceitos como:

1. Definição de metas gerais

Como definir corretamente as metas de ROI para suas campanhas? Nesse tópico, abordamos de maneira prática a maneira correta de se definir o retorno de investimento, considerando as mídias e também as margens de cada categoria.

2. Tipos de Mídia

Aqui, abordaremos os mais importantes tipos de mídia disponíveis no mercado, considerando quais métricas observar em cada um deles (CPC, CPM, Revenue Share, etc.) e como elas vão moldar suas metas e resultados.

3. Atribuição de Mídias

O que é o modelo de atribuição? Neste tópico abordaremos o conceito do modelo de atribuição e como utilizá-los em diferentes mídias considerando variáveis como a duração de sessão, desvalorização temporal, valor da interação, etc.

4. Metas por Mídia

Aqui, ensinaremos como configurar o modelo de atribuição e distribuir os pesos para cada mídia para obter um ROI meta cada vez mais alinhado com os resultados que você deve medir e alcançar.

5. Exemplo prático

Na última parte do webinar ensinamos como definir o ROI por mídia a partir dos dados de atribuição na prática.

Vamos começar a utilizar o modelo de atribuição?

Você também pode baixar o material utilizado na apresentação clicando aqui.

Saiba mais sobre o modelo de atribuição!

Se você quiser se aprofundar ainda mais no assunto, vale a pena ler também dois artigos abaixo.

O primeiro deles mostra passo a passo como criar um modelo de atribuição personalizado, mostrando como fazer isso no Google Analytics.

Já o segundo mostra como fazer uma definição de orçamento de mídias adequada, considerando os dados obtidos pelo modelo de atribuição e mostrando como trabalhar e utilizar o Revenue Share, ROI, CPV, etc.

Quer aprender a criar um modelo de atribuição personalizado?

Agora que você já conhece os modelos disponíveis e a melhor forma de aplicá-los de acordo com sua estratégia de negócios, confira um exemplo personalizado.

Acesse a seção “Ferramenta de comparação de modelos” do Google Analytics conforme descrito acima e no menu de escolha de modelos clique em “Criar Novo Modelo Personalizado”.

Continue lendo…

Como definir um orçamento com a ajuda do modelo de atribuição?

As mídias possuem diferentes métodos de controle de orçamento: custo por aquisição, lance, entre outros. Porém, para definir da melhor maneira os orçamentos, antes, devemos definir os tipos de mídia.

  • Revenue Share
  • Custo por aquisição (CPA)
  • Custo por clique (CPC)

Continue lendo…

Gostou do conteúdo? Quais outros temas você gostaria de ver nos próximos webinars? Conte pra gente nos comentários!

E não se esqueça de assinar nossa newsletter para não perder mais nenhum post!