A otimização de sites tem ganhado cada vez mais espaço nas corporações que desejam se destacar dos seus principais concorrentes no mercado de Marketing Digital. Isso porque as boas práticas voltadas para SEO auxiliam sites, blogs e outros meios de comunicação a garantirem que suas marcas consigam impactar e atrair seu público-alvo.

Pensando em ajudar você a descobrir como está a otimização do seu site, a Raccoon preparou algumas dicas simples, mas essenciais para realizar uma boa análise de SEO. Vamos conferi-las agora?

Otimização de sites e SEO  

O termo SEO, sigla de Search Engine Optimization ou otimização para mecanismos de busca, é um conjunto de técnicas que visam melhorar o posicionamento das páginas de seu site nos resultados de pesquisa.

O objetivo principal da otimização de sites é aumentar o volume de tráfego orgânico que, consequentemente, proporcionará maior destaque à sua empresa no mercado digital. Além disso, quanto maior for a visibilidade da marca, maior serão as chances de gerar ainda mais leads, conversões e oportunidades de expansão do segmento.

Agora que entendemos as principais vantagens que as boas práticas de SEO proporcionam aos sites, vamos conferir como ter certeza de que você está fazendo as análises corretas dessa área.

Verificando o SEO do seu site

Alguns testes de SEO podem indicar se seu domínio está no caminho certo para atingir bons resultados em pesquisas orgânicas. Confira as dicas que separamos abaixo:

1. Verifique a abrangência das páginas

Com o planejador de palavras-chave do Google é possível verificar se você está abordando os termos de pesquisa mais importantes para cada página e assunto. O objetivo dessa etapa consolida-se ao abranger um volume de busca relevante, mas que também esteja coerente com a intenção do usuário ao realizar essa pesquisa.

Portanto, ter suas páginas otimizadas para a palavra-chave certa é um procedimento essencial para o desempenho orgânico do seu site!

2. Teste a velocidade do seu site

Para testar a velocidade do seu site, você pode utilizar a ferramenta PageSpeed Insights do Google. Teste seu domínio e descubra qual a sua nota, tanto para desktop quanto para mobile. Em seguida, compare essas notas com as de seus principais concorrentes.

Uma boa pontuação para otimização de sites e tempo de carregamento da página é de 90 pontos ou mais. Se seu site estiver dentro dessa margem, parabéns, ele está apresentando um ótimo desempenho!

Entretanto, se você obteve uma pontuação muito abaixo disso, considere corrigir os problemas apresentados. Assim, nos meses seguintes já será possível observar mudanças positivas e significantes no relatório de resultados.

3. Certifique-se que seu site é responsivo

Você sabia que o Google começou a analisar o desempenho mobile para posicionar os sites nas páginas de resultados de pesquisa? Por isso, além de bons resultados no teste de velocidade mobile, é preciso verificar a responsividade do seu site.

Esse procedimento de otimização de sites é um dos mais simples. Basta acessar a ferramenta de teste de compatibilidade com dispositivos móveis e descobrir rapidamente se é responsivo ou não.

4. Observe se seu site utiliza dados estruturados

Ao realizar a análise de SEO para dados estruturados, acesse a ferramenta Structured Data Testing Tool, do Google. Depois, escolha a URL de um de seus produtos, landing pages ou artigos para testar.

Dependendo do tipo de página que está em teste, você pode encontrar algumas variedades de dados estruturados, como os indicados na imagem abaixo.


Google Structured Data Testing Tool

As marcações de “Product” e de “Article” servem, respectivamente, para páginas de produtos e artigos. Já o termo “Organization” pode ser encontrado na homepage, para transmitir aos buscadores algumas informações importantes sobre o seu negócio.

A marcação de “Breadcrumbs”, pode ser encontrada em páginas que possuem uma hierarquia bem definida, como artigos ou produtos categorizados dentro do seu site.

5. Verifique quantas das suas páginas estão indexadas

Digite no Google “site:http://www.meusite.com.br” e verifique quantos resultados são encontrados. O valor é próximo do número de páginas que seu site possui? Em caso negativo, suas páginas podem não estar aparecendo nos resultados de busca. Uma das maneiras de resolver isso é criar um Sitemap.

O Sitemap irá indicar para os mecanismos de busca, através do mapa do site, quais páginas do seu domínio devem ser indexadas e armazenadas nos servidores. Além disso, uma das vantagens de criá-lo é que o Google entenderá melhor a sua estrutura na hora de percorrer seu conteúdo e saber se deve – ou não – indexar determinadas páginas.

6. Examine se suas URLs são amigáveis

As URLs amigáveis são importantes tanto para os usuários quanto para os mecanismos de busca. Isso porque URLs como: “http://www.meusite.com.br/produtos/canecas/” são mais fáceis de serem entedidas do que “http://www.meusite.com.br/ produtos.php?categoria=9”.

Algumas dicas interessantes para otimização de sites e criação de URLs amigáveis são:

  • Separe as palavras por hífen, pois é assim que o Google entende que há um espaço entre os termos;
  • Dê preferência às letras minúsculas e URLs breves;
  • Otimize-as com a palavra-chave principal da página.

7. Monitore a sua propriedade no Google Search Console

O Google Search Console, também conhecido como Google Webmaster Tool, é uma ferramenta gratuita que permite monitorar a presença do seu domínio nos resultados de pesquisa.

Nesta ferramenta você consegue ter insights a partir de dados reais, corrigir erros encontrados, ver páginas quebradas e monitorar as páginas indexadas.

Então, o que achou das dicas para otimização de sites? Apesar de parecerem “simples”, essas estratégias de SEO são super úteis para aumentar o volume de tráfego orgânico que seu domínio recebe. Faça os testes e nos conte sobre os seus resultados!

Quer receber mais dicas sobre SEO e outras estratégias voltadas para Marketing Digital? Assine nossa newsletter e receba em primeira mão as melhores notícias para aprimorar ainda mais o seu negócio!